The Vampire Diaries 2. temporada 1. episódio

Deixe um comentário

Minha opinião sobre o episódio Return, aqui:

Mundo dos Vampiros

Anúncios

Scan de Morena Baccarin, brasileira faz sucesso no exterior

Deixe um comentário

É muito bom quando brasileiros são reconhecidos no exterior por seus talentos e não quando estão associados a escândalos, por isso mesmo, resolvi colocar aqui scan da revista Caras com a atriz brasileira Morena Baccarin , protagonista da série “V”, uma série bem legal que fala sobre a invasão de alienígenas na Terra:

CLIQUE NAS IMAGENS PARA FICAREM MAIORES

Fonte: Revista Caras, 14/05/2010

Scan de TRUE BLOOD III da revista Veja

Deixe um comentário

Aproveitando mais vamps, a revista Veja também publicou uma notinha falando da estreia da 3 temporada de True Blood na HBO.

Confiram também:

The Vampire Diaries na Revista Veja

Deixe um comentário

Escaneei rapidinho uma página da revista Veja dessa semana, ela está com a propaganda de Vampire Diaries que estréia 22 de outubro (quinta) às 21:00h na Warner.

vampire diariesAMOR ESCRITO COM SANGUE…

Vampiros à solta…

7 Comentários

Vampiro, essa figura centenária, se renovou e ganhou um público que cresce a cada dia. Há séries, filmes, livros, jogos e sites dedicados a essas figuras que conquistaram o mundo. E, atualmente, o assunto está quentíssimo. Na literarura chega neste mês Eclipse, o terceiro volume da série de Stephenie Meyer, a autora da moda entre os jovens. O 1° livro, Crepúsculo, foi adaptado para os cinemas e está em cartaz no Brasil desde o mês passado. E as novidades não param po aí. Na TV a cabo, Truee Blood, nova aposta da HBO no Brasil, estréia já bem aceita pelo público norte-americano e indicada ao Globo de Ouro na categoria melhor série dramática.

 NOVA GERAÇÃO

new-bella-and-edward-twilight-series-3390777-744-10001O livro já se tornou um best-seller, e agora atrai uma legião de admiradores também aos cinemas. Crepúsculo nasceu de um sonho da norte-americana Stephenie Meyer, e sua vida praticamente se tornou um, depois do lançamento da obra. Seus protagonistas são a síntese de toda essa nova onda que existe em cima do assunto. Um jovem casal, ele, vampiro que não quer se alimentar de sangue humano, ela, a tentação. True Blood também não foge muito da premissa, já que seus vampiros bebem sangue artificial. Alguns acreditam que as novas características dessas atraentes figuras das trevas parecem fugir do original, do que se considerava um monstro de terror que perseguia e sugava o sangue dos seres humanos. Já alguns fãs e críticos acham que essa nova roupagem veio para acrescentar o que já era uma atração para o público.

 

REFERÊNCIAS

A figura do vampiro começou a fazer história com o lançamento do livro Drácula, do irlandês Bram Stocker, em 1897, considerado o livro mais importante do gênero. O personagem serviu como inspiração para inúmeras adaptações. Uma delas, lançada nos cinemas em 1922, com o nome de Nosferatu, ainda na fase do cinema mudo, é considerada um clássico do expressionismo alemão. Quem também marcou época foi o ator Bela Lugosi, que interpretou Drácula no filme homônimo de 1931. Mais recentemente Francis Ford Coppola criou sua própria adaptação, que se intitula Drácula de Bram Stocker. A história não aterrorisa o público como antigamente, mas o diretor montou uma experiência contagiante que envolve nostalgia e o fascínio da literatura vampiresca. Curiosamente, a maioria das adaptações sobre o assunto vinha de uma só inspiração, a obra de Stocker. Mas isso não impedia que diversos outros autores tentassem sua sorte nesse mercado, tanto lá fora como aqui no Brasil. Uma delas, Anne Rice, conseguiu se destacar em 1976 com Entrevista com o Vampiro. A obra que conta a história de um jornalista que entrevista um vampiro de 200 anos, também foi adaptada para o cinrma. André Vianco é o escritor de maior sucesso atualmente no gênero aqui no Brasil. Com mais de 10 livros publicados com temas de fantasia e terror, incluindo personagens vampiros, já vendeu mais de 100 mil exemplares de suas obras.

 SANGUE VELHO X SANGUE NOVO

Um dos contrastes com as histórias vampirescas antigas é que não há tenta violência, é mantido um suspense psicológico que atrai os leitores pela riqueza de sentimentos. ” O Crepúsculo tem como protagonistas vampiros diferentes dos assassinos sanguessugas da maioria das histórias de terror. Eles encontram uma alternativa para a matança de humanos e se tornam os mocinhos, o que cria mais identificação e cativa mais o público”. O mesmo conceito de vampiros “bonzinhos” está presente na estréia da HBO Brasil.   true-bloodTrue Blood é uma adaptação dos romances da série literária Southern Vampire Mysteries, de Charlaine Harris. A versão audiovisual causou grande turbulência nos Estados Unidos, a novidade é a solução para os jovens vampiros que bebem sangue artificial criado pelos japoneses e não precisam mais atacar seres humanos. A Editora Saraiva lançará três volumes da coleção de Harris. Um deles, Living Dead in Dallas sairá entre março e abril.

artigo rerirado da revista Almanaque de janeiro/2009 da Editora Saraiva

Record vence Globo na audiência com série “House”

6 Comentários

House é minha série preferida da atualidade, nessa madrugada de quarta para quinta o episódio “Resignação”, da terceira temporada da série “House”,fez a emissora ficar na liderança isolada na audiência.

Em outras situações, House, já havia empatada em primeiro lugar com a Globo, mas dessa vez, ultrapassou a emissora carioca. A record ficou com 10 pontos de média e picos de 13. E a Globo com o ” Jornal da Globo” e o “Programa do Jô” marcaram apenas nove pontos de média.

Cada ponto no Ibope equivale a cerca de 55,5 mil domicílios na Grande São Paulo.

House e sua equipe

House e sua equipe

House é uma série inteligente e bem humorada que tem como protagonista um médico rebugento e anti social, mas que passa um grande carisma para os telespectadores.

Jane Eyre

2 Comentários

Escrito em 06 de agosto de 2008:

Estou muito ansiosa pra baixar os outros 3 episódios de Jane Eyre e assistí-los rapidamente.

Meu conhecimento de Jane Eyre veio através de Orgulho e Preconceito de Jane Austen e minha inclusão na comunidade do orkut de mesmo nome.

Assisti Orgulho & Preconceito, versão 2005 com Keira Knightley e Matthew MacFadyen cerca de dois anos atrás (mais precisamente em novembro de 2006) e me apaixonei pelo enredo, pelo cenário, pelos personagens… E susto meu, ao saber que essa história maravilhosamente construída existe desde 1813. Uma obra de Jane Austen.

Enfim, a cerca de um mês adquiri (finalmente) o filme pra mim e entrei em sua comunidade do orkut. A primeira comunidade era a capa do filme que eu conhecia, mas a segunda com o mesmo título tinha dois atores principais diferentes dos que eu conheço, além de aparentar ser mais antigo.

E ao entrar nessa comunidade um novo mundo foi aberto pra mim. Em um dos tópicos, os membros faziam indicação de livros e indicaram Jane Eyre. Eu nunva tinha ouvido falar, porém tive uma grande surpresa quando notei o nome de sua escritora: Charlote Brontë !!!! Esta é a irmã de uma escritora brilhante, Emily Brontë, que criou meu livro favorito: O Morro dos Ventos Uivantes.

Uma explosão de imagens vieram à tona na minha cabeça. Já tinha lido à respeito das três irmãs escritoras Brontë, porém quando a gente não vai tão à fundo não descobre tanta coisa à respeito e quando eu havia sido encantada por O Morro dos Ventos Uivantes não havia disponível para mim a internet de hoje que me esclareceria muitas coisas.

continua…

continuando:

(ainda escrito em 06 de agosto de 2008):

Então eu pensei: “Já que nos prólogos do livro de Emily Brontë não comenta-se os livros lançados por suas irmãs, elas não devem ser tão talentosas quanto Emily.”

E passei anos com esse pensamento, até que a duas semanas atrás vi na comunidadde o quão citado era o livro Jane Eyre, comentavam maravilhas sobre ele.

Ao procurar no Google, encontrei o blog intitulado Pensamentos de umaBatata Transgênica falando à respeito do mesmo, e aguçou muito meu interesse, pois no blog descobri que o livro foi transformado em série; uma mais recente de 1996, feito pela BBC com 4 episódios e disponível para baixar na intervet. Meus olhos faiscaram quando li essa última notícia, pois a Naomi da Batata Transgênica havia se pronunciado com tanta exaltação que eu não tinha mais dúvida que Charlote Brontë era uma maravilhosa escritora e eu ansiava por acompanhar a história do Mr. Rochester e Jane Eyre; queria tirar minhas próprias conclusões, ver se eles me encantariam tanto quanto Mr. Darcy e Lizzy em Pride and Prejudice e se o sr. Rochester seria tão enigmático quanto Headcliff (se é que isso é possível).

Então fui ao seite indicado por ela chamado  IsLifeCorp que tem vários seriados antigos e também atuais. De imediato me cadastrei para ter acesso, porém não recebi a confirmação no meu e-mail e alguns dias depois tentei novamente e dessa vez… IUPIIIIIIII _ deu certo!!!!!

Demorei  4 HORAS (isso mesmo, não digitei errado não) para baixar o 1? episódio e imediatamente fui assistí-lo. MARAVILHOSO!! Achei os fatos e aco9ntecimentos um pouco corridos, mas  a  gente já têm a atenção presa para saber o que ocorrerá com a a sofrida Eyre.

E para tristeza minha, o site está temporariamente indisponível para downlouds.

Que tristeza a minha.  O prazo era dia 6 e mesmo sabendo disso eu insistia na sorte todo dia para ver se já havia sido liberado… mas nada!!!!

E como minhas aulas já retornam semana que vem semana que vem, eu com só 4 dias para baixar os outros 3 episódios e assistí-los. A expectativa é grande.

Notei que no IsLife também há a série em 6 temperaturas da BBc de Orgulho & Preconceito, outro que com certeza irei resgatar.

continua…